Sábado, 26 de Setembro de 2009

London Calling

   Já estou em Londres, ontem por volta das 11:30 da manhã eis que chegava eu ás Inglaterras. LOL Depois de um voo calminho, onde uma pessoa se sentiu mal, as primeiras pessoas que vi foram mesmo os paramédicos. O aeroporto de Stansted é mesmo no cu de judas, lá fui eu mostrar o BI senão não entrava no país e depois fui apanhar o bus para a metrópole. Bem, parece que estou em França de novo a caminho de Clermont Ferrand, só se vêm campos verdes durante quase uma hora, tanto que eu adormeci algures entre o cd da Charlotte Gainsbourg e o do Julian Plenti, quando acordei quando estavamos mesmo a entrar na cidade. É bué estranho ver os carros a andar no sentido oposto ou nosso em Portugal, ainda mais quando eu já sou disléxica. Andámos pela cidade toda até chegarmos a Liverpool Station, sitio relativamente agradável e cheio de gente á hora de almoço, bem lá fui eu comprar o meu Oyster e tentar perceber o que ía fazer até às 18h quando ía encontrar a Sara a minha host (podem ser o blog dela nos links). Bem entre as 12h 30 que cromprei o passe e as 14h30 estive a perceber como sair dali, tipo aquela rede de metro dá comigo em maluca. Só para terem uma ideia da cena...

 

   Já tenho 3 mapas de metro diferentes e mesmo assim ainda vou parar a estações erradas. Mas lá cheguei ao Camden Market bem aquilo é barraquinhas e lojas por todo o lado, bem que me perdia ali, mas andar com uma mala de rodas num mercado não é pêra doce e acabei por só dar assim uma voltinha para pesquisar e depois volto lá se me sobrar dinheiro para compras. Mas, uma coisa é certa tem vestidos vintage lindos (do género dos que as Au Revoir Simone usam).

    Depois decidi ir a Barbican o moço do Couch Surfing tinha-me recomendado o Barbican Center e realmente aquilo é muito giro, mas a única exposição que estava a decorrer era 9 libras e pareceu-me um bocadinho demais, estavam também a decorrer uma série de concertos de música clássica mas pareceu-me que ainda não vai ser desta, talvez depois em Lisboa vá ao CCB. Recomendo também o jardim do Barbican é bem giro para se estar na conversa, mas levem a sandes de casa, porque as coisas aqui são bem caras. Quase às 6 apanho o metro para ir ter com a Sara a Old Street é hora de ponta quando já entro no metro e eu e a minha mala quase somos esmagadas no meio daquele pessoal. O metro aqui é tal e qual como se vê no "Um Lobishomem em Londres" (recentemente exibido no Motelx), velho e com estações a cair aos bocados e escadas rolantes a maioria é só para subir, por exemplo em Camden são 96 degraus até ao metro em escada em forma de caracol, o que é uma tarefa difícil quando se anda com uma mala de rodas. Mas depois de algumas confusões com entradas e saídas lá dei com o edifício da Inmarsat (aquele pesadelo que todos os alunos de NTC que tiveram Sistemas devem conhecer). E lá estava a Sara completamente adaptada à vida londrina (confesso que até eu já ficava a viver em Londres), apanhamos um daqueles tipicos bus de 2 andares e como eu queria ir no andar de cima tive de arrastar a mala até lá em andamento, outra tarefa que não é fácil. Meia hora depois chegamos a casa da Sara, é engraçado é tal qual como eu imaginava, tipicamente o conceito de flat londrino que se vê no "Trainspotting". Bem depois de arranjar tudo para a saída à noite eis que finalmente pego na minha máquina fotográfica (se a Graziela vai a Londres claro que a Mariazinha tinha de vir também).

  Aqui mesmo em frente á casa da Sara há um supermercado que vende Reeses (o meu chocolate favorito desde 2006 obrigada Luís) e pronto lá comprei a minha caixinha e fomos comer comida típica fish and chips (bacalhau como se fosse filete de pescada e batatas fritas) bem estava com uma fome soube mesmo bem e depois lá fomos para Piccadilly Circus.

   Epá eu mal saí do metro em Piccadilly Circus fiquei completamente de boca aberta, tantas luzes e tanta gente. Decidimos entrar numa loja gigante de "recuerdos", aquilo pelo menos é para todos os gostos, t-shirts, postais, tangas... O ideal para quem quiser tralhas, mas eu cá quero antes música e como é óbvio a seguir fomos para uma loja de música, onde estivemos cerca de 1 hora e meia a ver tudo sem comprar lol Eu até ía comprar o cd do Julian Plenti porque eu gosto mesmo é de ter o cd em suporte físico mas nem com indicações do empregado o encontrei (não devem conhecer o conceito de ordem alfabética).

   Continuámos às voltas pelas ruas até chegar a Chinatown, as lanternas de papel com símbolos chineses não enganam, mas curiosamente não se vêm lojas dos chineses como em Portugal, mas restaurantes e casas de jogo, virando a esquina estão logo os teatros com musicais para todos os gostos (porque aqui é tudo à vontade do freguês, mas o preço nem tanto) Mamma Mia, Thriller...

    Passamos por lojas e mais lojas, mas aquela que me ficou debaixo de olho foi mesmo a das cupcakes que tinha um carrossel com doces na montra (nhami), um pouco mais à frente temos o Ritz (albergue bonito para pessoas com poucas posses) e chegamos aos jardins de Buckingham que irei depois visitar porque já era bem tarde. Apanhamos o bus, com alguns ingleses já bem regados a vinho (é delicioso ouvi-los falar mesmo bêbedos), troca-se de bus e desta vez travamos "amizade" com uns londrinos também já regados (é engraçado que eles travam amizade nos autocarros) e passado 45 minutos chegamos a casa com os pés todos rebentados e eu penso e agora como vou dormir (não existem persianas na Inglaterra e eu odeio luz quando quero dormir), mas os pés e os olhos pesam tanto que adormeço mesmo.

   


publicado por Graziela às 10:53
link do post | comentar | adiciona aos favoritos
|

quem sou


vê o meu perfil

seguir perfil

. 208 seguidores

Sigam-me em www.mycherrylipsblog.com
https://www.facebook.com/grazielacostaphotography
Tostao.pt

COPYRIGHT

Todas as fotografias assinadas presentes neste blog são da autoria de Graziela Costa e estão protegidas pela lei, ao abrigo do Código dos Direitos de Autor e dos Direitos Conexos. Agradeço desde já que não copiem textos nem imagens sem autorização.

Outubro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
24
25
26

27
28
29
30
31


pesquisa

 

ligações úteis

tags

só desta vez

super bock em stock 2009

vincent gallo

'a single man' por tom ford

'die maiers: episódio i' - chapitô - lis

'los abrazos rotos' de pedro almodóvar

'oil ain't all jr' teatro praga centro c

'the wolf man'

"o artista português" - manuel joão viei

‘as maltratadas’ ganha prémio em hollywo

‘white feeling’ e ’organic beat’ paulo r

13 essenciais

14 de maio

16.º super bock super rock

16.º super bock super rock - dia 17 de j

16.º super bock super rock - dia 18 de j

1º aniversário feedbackmusica.com

2 dias em paris

34.ª moda lisboa

a flor do cacto - filipe la féria - teat

todas as tags